sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

o meu pai

hoje o meu querido pai faz anos. nestas alturas é costume publicar uma foto do meu pai e dar os parabens & etc. mas eu não tenho fotos do meu pai aqui, nem uma. claro que podia pôr outras fotos. dos livros que me vai dando e que são bombas que não param de explodir porque, diz ele, "é alérgico ao pó", da caixa de desejos que me ofereceu há uns anos no Natal onde dizia que eu podia pôr todas as listas de tudo o que eu quisesse sempre, o envelope com lã lá dentro que se chama "miminho para dias assim assim", as plantas do quintal, o manjericão que nunca cresce na minha casa, só na dele, a casa que eu adoro mais que tudo e que foi minha desde o minuto em que ficou livre porque se era filha dele mais ninguém havia de morar ali, o cheiro a iscas do Cid e o cheiro a caril do Sebastião, o auto-retrato que ele pintou e que inaugurou as paredes da minha casa.
parabéns pai, e até já.

Sem comentários:

Enviar um comentário