sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

obliquidades #11

23h
há um ponto de fuga.
e prendo-me nele em negação indesistível.

Sem comentários:

Enviar um comentário